PZ e David Bruno em destaque na primeira edição do festival Caixa de Ritmos

Braga recebe nos dias 5 e 6 de Novembro um novo mini-festival. O Caixa de Ritmos celebra a sua primeira edição com quatro concertos e o seu palco será o Lustre, um espaço multifuncional situado no centro da cidade.

A 5 de Novembro sobem ao palco do Lustre os Ocenpsiea, banda bracarense que editou este ano o álbum Oceano-Mar, feito de correntes como o jazz, a electrónica, hiphop e o blues, entre outras. A fechar a noite estará PZ (na foto) e a sua mística pijamística. São já seis álbuns editados até à data com muito humor e sintetizadores de uma realidade paralela, mas servir-se-á de apresentação de Selfie-Destruction, trabalho que o músico lançou este ano.

No sábado, 6 de Novembro, a noite arranca com Minus & Mr. Dolly, projecto de Hugo Oliveira que lançou Distracções em 2012 e Árvores, Passáros e Almofadas em 2014. Mais recentemente colaborou com Keso e o Conjunto Corona e lançou Broken Hearts Make Broken Beats com o carimbo da editora portuense Jazzego. O festival encerra com concerto de David Bruno, multifacetado artista com uma adoração ímpar pela noção de Portugalidade e criador de um universo imaginário luso-kitsch que cruza realidade, ficção, filmes de acção e bailes de verão.

Os bilhetes para o Caixa de Ritmos já se encontram à venda nos locais habituais, com o bilhete diário a custar 10 euros e o passe geral a valer 15 euros.