OUT.FEST. A música de Éliane Radigue em destaque no segundo momento do festival

Depois de um primeiro momento realizado em Junho, a 17ª edição do OUT.FEST parte para a sua segunda parte no seu período habitual.

De 4 a 9 de Outubro, o Anfiteatro do Parque Paz & Amizade e o Auditório Municipal Augusto Cabrita voltam a ser centrais para testemunhar o Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro, mas neste segundo momento o evento irá estender-se ainda a locais familiares à sua história, como o Museu Industrial da Baía do Tejo, a Biblioteca Municipal do Barreiro, a SDUB “Os Franceses” e a Igreja de Santa Maria.

A organização do OUT.FEST destaca nesta edição a continuidade do programa paralelo REMAIIN, que promove a música experimental europeia com raízes noutras culturas do mundo. Será a partir deste programa que será possível testemunhar ao vivo a música da histórica compositora francesa Éliane Radigue (na foto), através da «difusão/espacialização de uma das suas obras mais icónicas e da interpretação de trabalhos recentes». A pioneira da música electrónica, que soma mais de 60 anos de carreira, não estará presente no Barreiro mas a sua obra será apresentada por «intérpretes da confiança absoluta» da própria: Caroline Profanter tomará as rédeas de “Kyema”, meditação sónica paciente inspirada no “Livro Tibetano da Vida e da Morte”, e Julia Eckhardt e Enrico Malatesta conduzirão três peças da série “Occam Ocean” para viola e percussão. Para além da actuação, Julia Eckhardt estará ainda à conversa com o público para falar sobre Éliane Radigue, com quem colabora há já vários anos.

A programação de Outubro do OUT.FEST destaca ainda a estreia nacional da francesa Jessica Ekomane, a primeira apresentação pública entre o português João Pais Filipe e o peruano Manongo Mujica (resultante de uma residência artística a acontecer na cidade) e ainda os espectáculos do duo de Manchester Space Afrika, autores do mais recento Honest Labour, e do trio Still House Plants, que se dividem entre Londres e Glasgow. O cartaz fica completo com os portugueses , Serpente com Pedro Sousa e Margarida Garcia, LUMP (João Almeida & Mariana Dionísio), Vasco Alves, Gustavo Costa, Sarnadas e Adriana João + Pedro Tavares.

Os bilhetes para o OUT.FEST encontram-se disponíveis na rede Bilheteira Online em duas distintas modalidades – o passe geral custa 25 euros, enquanto o bilhete diário pode ser adquirido por 10 euros. Os espectáculos de dia 4, 6, 7 e 9, na SDUB “Os Franceses”, e o programa de conversas (entre João Pais Filipe e Manongo Mujica e Julia Eckhardt) são de acesso gratuito, mediante inscrição prévia através do formulário no site do festival.