Spocks-Beard_The-Oblivion-ParticleSpock’s Beard é daquelas bandas apaixonantes que ‘dão no duro’. Cada álbum que lançam é uma obra de referência e, apesar de preferir os seus discos a partir do disco V, lançado em 2000, toda a sua discografia é uma lição de música realmente apetecível. A referência conceptual sempre foi presença obrigatória nos lançamentos do grupo americano, mesmo apesar de, muitas vezes, não ser um conceito narrativo, cada álbum apresenta um tema comum que se prolonga ao longo de todo o disco.

The Oblivion Particle não foge à regra e destaca-se pelo seu conceito futurista, espacial e muitas vezes tecnológico, com uma finalidade muito social e realista. Apresenta um conceito muito fluido e bastante consistente com a temática do álbum, conjugando perfeitamente com o trabalho pesado da composição e respectiva orquestração instrumental.

Muitos dos álbuns dos Spock’s Beard giram em torno do rock progressivo, metal progressivo e com um pouco de heavy metal para temperar o progressivo das suas produções. Apesar de já ter lido algumas reviews deste disco afirmando que The Oblivion Particle tem uma forte componente de metal progressivo e, por vezes, bem pesada, pessoalmente discordaria de tais opiniões. Spock’s Beard mistura e ‘inventa’ muito mais neste lançamento e junta a sua bagagem de metal progressivo para intensificar um rock progressivo proeminente pelas suas influências em Genesis, Yes e Pink Floyd. As faixas, e respectiva temática, são muito mais optimistas e mais cheias de esperança, muitas vezes contradizendo as perspectivas mais depressivas que, por norma, são apresentadas em discos mais antigos.

Em conclusão, The Oblivion Particle apresenta uma banda em excelente forma física que nunca se deixa levar pelos sucessos anteriormente obtidos. O grupo ‘inventa’ mais instrumentalmente, misturando mais géneros do que habitualmente, mas sempre pendendo para o rock progressivo, deixando um pouco de lado o metal que está presente nos seus lançamentos anteriores. A produção e performances são impecáveis e sem contestação, surpreendendo apenas pela sua magnificência e excelência. Não o considero como o melhor álbum do grupo e daí a pontuação um pouco mais abaixo do esperado, pois em comparação V e Snow são ainda os grandes lançamentos que merecem uma posição acima dos 90%.

Autor: João Braga

Spock's Beard é daquelas bandas apaixonantes que 'dão no duro'. Cada álbum que lançam é uma obra de referência e, apesar de preferir os seus discos a partir do disco V, lançado em 2000, toda a sua discografia é uma lição de música realmente apetecível. A referência conceptual sempre foi presença obrigatória nos lançamentos do grupo americano, mesmo apesar de, muitas vezes, não ser um conceito narrativo, cada álbum apresenta um tema comum que se prolonga ao longo de todo o disco. The Oblivion Particle não foge à regra e destaca-se pelo seu conceito futurista, espacial e muitas vezes tecnológico,…
Um excelente álbum que apresenta um grupo em magnífica forma musical.

Álbum. InsideOut Music. 21/08/15

Classificação/Rating

8.4

Um excelente álbum que apresenta um grupo em magnífica forma musical.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.