STANENT MERVS – “Perfect Silence”

Facebook | Official Website

Os Stanent Mervs são uma nova banda nacional, formada em Lisboa em 2008, cuja sonoridade pode ser descrita por um rock industrial com influências de Marilyn Manson e Nine Inch Nails. O presente ano de 2012 vê nascer o seu álbum de estreia, Perfect Silence, com uma hora de música que oferece uma boa diversidade de elementos musicais e que transmite um ambiente de energia geralmente positiva e alegre, mas em certos pontos mais enigmática e obscura. Influências à parte, a banda consegue criar aqui um estilo próprio, ao não ser prender especificamente a nenhuma influência, estilo esse que inclui temas mais ritmados e simples, de fácil audição, contrastando com outros mais pausados e experimentais que dão uma dimensão mais profissional e eclética ao álbum.

Perfect Silence tem um excelente início, com uma boa introdução a dar lugar ao tema homónimo, bastante experimental e interessante, seguido da Fuck Song, num ritmo mais dançável, que apenas peca por alguma repetição (ficava melhor com menos um minuto, talvez). Segue-se Someone I Knew, que cria uma atmosfera mais intensa e tem uma melodia no refrão a lembrar algo retirado do álbum Host dos Paradise Lost. Temos depois dois temas que alternam entre momentos excelentes e outros mais genéricos, contendo interessantes detalhes e bruscas alterações na sonoridade, incluindo uma pequena surpresa acústica no final de Sometimes + Friends. Até aqui classificaria o álbum como muito bom, mas o problema está nos quatro temas que se seguem. Pouco originais e sem acrescentar nada ao álbum, foi aqui que a banda perdeu algum gás e inspiração, que culmina numa fraquíssima Music Will Speak.

Felizmente, os dois temas finais voltam à qualidade dos primeiros, com uma brilhante, altamente experimental e soturna The Man In The Fog, a que se segue o tema final Failure, uma espécie de balada de despedida com um hidden track atmosférico muito bem conseguido. Perfect Silence marca um interessante início de carreira para os Stanent Mervs, pecando apenas por não conseguir manter um nível de qualidade homogéneo ao longo do mesmo. Ainda assim, o importante é ver que a matéria prima e a criatividade estão lá, cabe agora à banda corrigir os erros e não cair na tentação de fazer temas fáceis.

// David Matos

[one_half]
[/one_half] [one_half_last] País
Portugal
Género
Industrial Rock
Membros
Alexandre Costa – Voz, Guitarra, Sintetizadores, Teclados
Marcos Neves – Bateria, MPC
Paulo Rosinha – Baixo
Eyptin Wholi – Sintetizadores, Teclados
Alinhamento
Opening | Perfect Silence | Fuck Song | Someone I Knew | Capital Of Broken Hearts | Sometimes + Friends | You Made Me Go Away | Good Girls | Motherfucker | Music Will Speak | The Man In The Fog | Failure
[/one_half_last] [review]

Leave a Reply

Your email address will not be published.