Banda: Mogwai
Álbum: Hardcore Will Never Die, But You Will
Data de Lançamento: 14 de Fevereiro de 2011
Editora: Rock Action Records
País: Reino Unido

MySpace | Site Oficial | last.fm

Membros

Stuart Braithwaite – Guitarra
Dominic Aitchison – Baixo
Martin Bulloch – Bateria
John Cummings – Guitarra
Barry Burns – Guitarra, Teclados

Alinhamento
01. White Noise
02. Mexican Grand Prix
03. Rano Pano
04. Death Rays
05. San Pedro
06. Letters To The Metro
07. George Square Thatcher Death Party
08. How To Be A Werewolf
09. Too Raging To Cheers
10. You’re Lionel Richie

Os MOGWAI, parecendo que não, já existem desde 1995. Oriundos de Glasgow, Escócia, são actualmente uma das mais aclamadas bandas do pós-rock mundial. Estatutos à parte, a verdade é que Hardcore Will Never Die, But You Will é já o sétimo álbum de originais. Este álbum vem então suceder ao aplaudido The Hawk Is Howling, aquele que foi (e continua a ser) o único álbum instrumental dos MOGWAI. Já este novo trabalho, até ao momento tem dividido as opiniões dos fãs e da crítica em geral.

Uma análise faixa-a-faixa é desnecessária num álbum maioritariamente instrumental, contendo algumas palavras pelo meio que saem disfarçadas entre as guitarras do grupo. Ainda assim, há que mencionar alguns aspectos – “Rano Pano” é a primeira faixa a fazer valer o tempo despendido. “Death Rays” proclama essa continuidade e revela alguns pormenores interessantes. As melodias não são estrondosas – e repare-se que os MOGWAI nunca foram uns mestres da mesma – mas funcionam bem de uma forma ambiental e bastante enquadradas com o panorama pós-rock. “San Pedro” é igualmente interessante, mas a pujança vai-se perdendo. A partir da sexta faixa, a qualidade vai subindo novamente. Sem nunca atingir o topo, verdade seja dita. Um dos principais defeitos deste álbum é a falta de emoção que deveria ser carregada ao longo dos temas, precisando de um baterista que consiga percorrer todos esses sentimentos para além de pum-ta-pum-ta – uma espécie de Lars Ulrich do pós-rock (não denegrindo o trabalho deste veterano nos METALLICA), que podia ter melhorado consideravelmente a cotação deste álbum caso desse mais aos braços.

Não são uns GOD IS AN ASTRONAUT, estes sim mestres da melodia e do pós-rock ambientalista, mas são certamente dos mais elevados nomes do género. A fama às vezes não corresponde ao mérito e os MOGWAI não merecem ser colocados à frente de inúmeros projectos do género que conseguem melhores resultados com os trabalhos que vão lançando, que contrastam com este Hardcore Will Never Die, But You Will. O álbum não é, de todo, mau – como se pode verificar pela classificação atribuída, mas mostra uns MOGWAI frágeis e muito longe da sua boa forma.

Deixo o resto à vossa guarda,
Nuno Bernardo

Classificação: 70/100


Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.