Rita CiprianoMelting Sun – Lantlôs

lantlos-melting-sun-600x604

Existem aqueles acasos da vida que são capazes de mudar tudo. Esbarrei com Lantlôs em 2010, na altura de um .neon que é, ainda hoje, um álbum constante na minha playlist. Ao fim de uma espera que pareceu uma eternidade, apareceu o Melting Sun. O que há para dizer? Quando é amor a sério, é amor à primeira vista. E assim foi. Melting Sun é um longo dia de verão. Melancólico, mas colorido. Não há Neige, mas também ninguém lhe nota a falta. Uma obra-prima soalheira, onde ecoam versos como este: “I’ve seen you, I’ve been through the sun”.

Nuno BernardoII – Unknown Mortal Orchestra

umo

Carregado com grandes nomes da música Pop e Rock da actualidade, o NOS Alive surpreendeu, mais uma vez, com os segredos do Palco Heineken – entre eles, o power trio Unknown Mortal Orchestra, que evidenciou em cada faixa a sua candidatura de concerto do festival. Este II rodou o resto da semana, lembrando a atmosfera monstruosa da actuação. “From The Sun”, “The Opposite Of Afternoon”, “So Good At Being In Trouble” e “Swim And Sleep (Like A Shark)” são os pontos altos.

David MatosOnce More ‘Round The Sun – Mastodon

mastodon

Os Mastodon são provavelmente a banda de Metal que, juntando o catálogo de 6 álbuns, o momento de forma actual, a fama adquirida e o reconhecimento global da boa música que praticam, se encontra no topo do género. Reinventando-se a si mesmos a cada álbum, pouco há do Remission neste Once More ‘Round The Sun, mas a sonoridade característica está lá. Definitivamente um grower, e com mais personalidade que The Hunter, estamos perante um dos álbuns do ano a entrar no Top 10 de 2014 até agora.

João “Trash Can Spinner” VinagreXXV – Vader

vader

“Xeper”, “Carnal”, “Crucified Ones”. Tudo temas que decerto fazem parte da discografia de qualquer bom fã de Death Metal. Tudo temas incluídos neste best of dos Polacos Vader, lançada na comemoração dos seus 25 anos de história. Composto por dois CDs e totalizando 26 temas (nos quais se incluí a brilhante cover de “Fear of Napalm” dos igualmente históricos Terrorizer), este álbum permite olhar para a história dos Vader sob uma perspectiva moderna, nova e actualizada. Um trabalho por isso mesmo indispensável para qualquer amante da vertente mais extrema do Metal.

Leave a Reply

Your email address will not be published.