Tiago Cortez/Everything Is New

Simple Minds no Campo Pequeno. Continuam Alive and Kicking

Após vários adiamentos, causados pelo suspeito do costume, os Simple Minds pisaram finalmente o solo português para dois concertos, no Coliseu do Porto e no Campo Pequeno, em Lisboa. A tour em causa, “40 Years of Hits tour”, tinha como grande objectivo revisitar todos os grandes temas da banda, com direito a um novo tema.

A banda escocesa, formada em Glasgow em 1977, é actualmente formada por Jim Kerr e Charlie Burchill, dois dos membros fundadores, Ged Grimes, Sarah Brown, Gordy Goudie, Cherisse Osei e Berenice Scott. O grupo apresentou-se sempre com uma energia e vitalidade bastante contagiosa, especialmente Jim, o vocalista e líder sempre bem humorado (no primeiro momento de conversa com o público afirma que os portugueses falam melhor português do que eles, uma vez que são escoceses).

Foi uma bela viagem ao longo de vinte e três temas, divididos em dois sets com um pequeno intervalo de quinze minutos. Os dois álbuns mais ouvidos foram New Gold Dream (81/82/83/82), de 1982, e Once Upon a Time, de 1985, onde estão os temas que mais fizeram o Campo Pequeno vibrar: “Don’t You (Forget About Me)”, “Alive and Kicking” ou “Sanctify Yourself”. A primeira parte do concerto terminou com “Belfast Child”, que mostrou que a voz de Jim se mantém incrivelmente intacta e melodiosa. No início da segunda parte, e com os primeiros acordes de “Waterfront”, a plateia começou a dançar e saltar ainda mais, culminando com Jim a chamar todos para a frente do palco: «Isto é um concerto de rock, dancem!».

Os últimos temas foram recebidos em apoteose pelo público, com vários coros e interacções com a banda. Foi um excelente concerto, no qual o som da sala esteve à altura, bem definido e audível, e onde se percebeu que os Simple Minds ainda estão bem vivos e não são uma banda revivalista e em fase decadente, como muitas outras desta época. Estão em forma e parece que teremos mais temas novos para breve. E nós, agradecemos.

Texto: Gonçalo Cardoso
Fotografia: Tiago Cortez/Everything Is New