Estão encerradas as contas do cartaz da segunda edição do Vagos Metal Fest, a decorrer nos dias 11, 12 e 13 de Agosto na Quinta do Ega, em Vagos.

Com o natural estatuto de headliner, os Soulfly (na foto) de Max Cavalera não são nome desconhecido (de todo) de qualquer fã de metal. São já dez os álbuns de Soulfly, projecto começado em 1997 depois da saída de Cavalera dos Sepultura. A banda atingiu picos de popularidade nos anos seguintes com a expansão do nu metal por todo o mundo – da estreia Soulfly (1998) até Dark Ages (2005) a banda foi uma das maiores referências do metal mais mainstream. Desde então as influências de thrash e death metal tornaram o som da banda mais violento. Os seus últimos dois discos, Savages (2013) e Archangel (2015), já contam com o filho de Zyon Cavalera, filho de Max, na bateria.

Também nome grande são os Metal Church, é claro. Formados em 1980, são uma das mais antigas bandas de heavy metal da América. Depois dos hiatos de 1995 e em 2009, a banda tem tido um novo ritmo ascendente desde 2012 com os lançamentos de Generation Nothing (2013) e XI (2016), este último um dos mais aclamados álbuns de metal do seu ano.

Tanto Soulfly como Metal Church pertencem ao alinhamento do segundo dia do festival, 12 de Agosto. O festival é então encabeçado por Arch Enemy, Soulfly e Hammerfall – consulta toda a programação do Vagos Metal Fest, aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.