Os Conferência Inferno são um trio oriundo do Porto, composto por Francisco Lima, Raul Mendiratta e José Miguel Silva. Depois de Bazar Esotérico, um EP de 2019, chega-nos este Ata Saturna pela mão da Lovers & Lollypops.

Aquilo que parece ser o início de um álbum dos Dead or Alive, rapidamente se transforma numa agradável viagem musical com elementos de dance, pop, pós-punk e electrónica, com um toque de Heróis do Mar. Sim, parece estranho, e até é, em certos momentos. Mas não invalida que não seja bom.

A variedade sonora é extensa e é um álbum que pede muita dança. A junção da voz encaixa de forma excelente e o facto de ser cantado em português dá ainda mais destaque à mesma. O poder lírico, que é uma constante em todo o álbum, dá o seu ar de Reininho, mas não em demasia. Apenas o suficiente para percebermos que, também aqui, a letra importa imenso.

Há também um pouco de New Order e de muitas outras bandas deste género, mas  Ata Saturna conseguem a proeza de soar a muita coisa diferente e manter-se original e fresco. As referências estão lá todas, mas conseguem dar o seu toque pessoal, que muitas vezes é o que faz a diferença.

“Sina” é um excelente single e que põe qualquer um a abanar o corpo, enquanto que “Radiação” explora uma vertente mais industrial e pujante. “Não Quero” leva-nos ao fundo de um lugar negro e sombrio, de onde queremos sair e ao mesmo tempo permanecer.

É um álbum recheado de experimentação e desbravamento sonoro. Cada faixa funciona por si só, não existindo uma linha sonora que seja repetitiva, dando aso a um disco mais amplo e diversificado.

Texto: Gonçalo Cardoso

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.