Há já dois meses que a Casa do Capitão tem sido um ponto seguro de música ao vivo em Lisboa. Trata-se de uma iniciativa pop-up que pretende dar voz e espaço aos artistas e contribuir para devolver à capital alguma da sua expressão cultural, todos os fins-de-semana, isto é, de quinta a domingo.

A casa e o terraço do espaço localizado no Hub Criativo do Beato tornaram-se palco de uma programação pluridisciplinar para todas as idades. Dessa mesma forma desde o dia 13 de Agosto, dia da inauguração da Casa do Capitão, já se pôde assistir a concertos de The Legendary Tigerman, Ena Pá 2000, Gala Drop, JP Simões, Noiserv, Frankie Chavez, Sunflowers, Cave Story, Filho da Mãe, David Bruno, LaBaq, Vaiapraia, Lavoisier, Cláudia Pascoal, Marinho, Club Makumba, entre tantos outros projectos conhecidos por constituírem a aura cultural da noite lisboeta pré-pandemia, assim como diversos DJ sets.

Assim sendo a programação da Casa do Capitão vive ainda esta semana, mas para a despedida do seu famoso terraço. A 29 de Outubro há concerto de Galgo, com apresentação de Parte Chão, e celebra-se o nono aniversário da Extended Records. Dia 30 há concerto de Silab & Jay Fella e DJ set de Crack Kids crew B2B DJ Glue, DJ Maddruga e DJ Kronic.

O sábado é, como habitual, o dia mais preenchido. Assim sendo o dia 31 arranca logo às 11h com “Música de Monstros que não metem medo”, concerto infantil, e prossegue à tarde com workshop de serigrafia – Resiliência Gráfica, pelo Atelier SER – e um atelier para desenhar caixinhas de música, “Dança de uma caixa por Baileia”. O concerto no terraço, às 18h30, é de B Fachada (na foto), e o dia fecha com DJ set às 21h00, hora do “Vraaalloween Venga Venga”. Domingo, ao meio-dia, há almoço e DJ set no terraço com o Sunday Service de New Kids On The Block com Mike El Nite. Certezas em fim-de-semana de novas restrições de circulação a nível nacional.

Leave a Reply

Your email address will not be published.