Tal como tantos outros festivais de Verão, também o icónico EDP Vilar de Mouros viu adiada a sua próxima edição. Em 2021 o festival realiza-se nos dias 26, 27 e 28 de Agosto e é para o último dia que surgem os primeiros nomes.

Iggy Pop (na foto), já previamente anunciado para a edição de 2020, é garantia também para o próximo ano. A energia visceral desta lenda viva do rock, que não se cansa de se reinventar, é novamente aposta do EDP Vilar de Mouros. O seu mais recente trabalho, Free, foi lançado no ano passado, mas é de uma incontornável carreira a solo e também com os The Stooges que o nome de Iggy Pop tem o seu peso.

Em 2006 os Bauhaus de Peter Murphy colocaram um ponto final na carreira precisamente em Portugal, mas regressam em 2021 para comprovar porque são um nome histórico do rock sombrio e do post-punk mais minimalista, como é o caso de temas clássicos como “Bela Lugosi’s Dead”, “God in an Alcove”, “Kick in the Eye” ou “She’s in Parties”.

Da Austrália chegam os Wolfmother de Andrew Stockdale, banda que aposta no hard rock dos anos 70 como seu suporte de composição e cujo disco homónimo, lançado em 2005, foi um fenómeno. Por “cá”, a Paulo Furtado começam a faltar os adjectivos para o qualificar enquanto The Legendary Tigerman, locomotiva rock com tantas provas dadas como os mais recentes discos True (2014) e Misfit (2018).

Iggy Pop, Bauhaus, Wolfmother e The Legendary Tigerman são então certezas para o dia 28 de Agosto no EDP Vilar de Mouros. Os ingressos para o festival já estão disponíveis por 80 euros (passe geral) ou 40 euros (bilhete diário), nos locais habituais.

Para quem já tinha comprado o passe geral ou um bilhete diário para o EDP Vilar de Mouros 2020, terá garantida a sua entrada para a edição de 2021, no(s) respectivo(s) dia(s) da semana associados à sua compra. Também poderá ser requerida a devolução na plataforma de ticketing onde foi adquirido, entre os dias 13 de Julho e 31 de Agosto. Depois de ultrapassado este prazo, pode ser solicitado um vale no valor do(s) bilhete(s) adquirido(s) até 30 de Novembro de 2020.

Leave a Reply

Your email address will not be published.