Foi revelada nesta terça-feira  programação para o NOS Primavera Sound 2021, a acontecer de 10 a 12 de Junho no Parque da Cidade do Porto. Um dos principais destaques desta edição vai para os Gorillaz (na foto), que suplantam assim a ausência de Lana Del Rey, confirmada para a adiada/cancelada edição de 2020.

Gorillaz são a banda “virtual” mais célebre do mundo, – virtualmente constituídos por 2-D, Murdoc Niccals, Russel Hobbs e Noodle – composta no mundo “real” por Damon Albarn, Jamie Hewlett e Remi Kabala Jr.. Desde 1998 já vão seis álbuns com múltiplos convidados e direcções em torno do seu trip-hop e rock de toque digital: Gorillaz (2001), Demon Days (2005), Plastic Beach (2010), The Fall (2010), Humanz (2017) e The Now Now (2018). Mais recentemente a aposta tem sido para a saga Song Machine, série de episódios online que contêm novos singles e colaborações, como é o exemplo de “Momentary Bliss” (com slowthai e Slaves), “Désolé” (com Fatoumata Diawara), “Aries” (com Peter Hook e Georgia) e “Friday 13th” (com Octavian).

O grande destaque desta edição de 2021 do NOS Primavera Sound vai também para o regresso dos Tame Impala de Kevin Parker. Depois de sucessivas actuações em Portugal, já lá vão alguns anos desde a última visita e foram precisos cinco anos para se conhecer o sucessor de Currents (2015). The Slow Rush foi lançado este ano e garante o regresso do músico australiano aos palcos.

No topo do cartaz surgem outros nomes, estes já previamente confirmados para a edição de 2020, como é o caso de Tyler, the Creator, Beck, Pavement, Bad Bunny, FKA twigs, Mura Masa, Dinosaur Jr., Chromatics, King Krule, Cigarettes After Sex, Earl Sweatshirt, Kim Gordon, C. Tangana, entre outros.

Doja Cat, Khruangbin, Caroline Polachek, DIIV, black midi, Bad Gyal, Jehnny Beth, Little Simz, Pabllo Vittar, Rolling Blackouts Coastal Fever, Shellac, 100 gecs, Jamila Woods, Rina Sawayama, Helado Negro, Om, entre muitos outros, são nomes também já certos para 2021. Consulta todo o cartaz confirmado e já com divisão diária, aqui. Quanto a informações relativas a bilhetes, em especial sobre a transição de 2020 para 201, o ideal é consultar o site oficial do festival, aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.