No dia 21 de Fevereiro, Plutonio regressou ao norte do país para esgotar o Hard Club no Porto, naquela que foi a sua estreia no icónico recinto da cidade Invicta, num espectáculo direccionado a todas as idades. Com ele trouxe, o também membro do seu grupo Bridgetown, DJ Dadda que abriu a noite com a sua arte, aquecendo o público com os maiores sucessos nacionais e internacionais do hip-hop.

Antes da hora mais aguardada, as honras foram dadas aos seus dois primeiros convidados, Lord XIV e F Milly. F Milly foi o primeiro a subir ao palco, para cantar o seu single intitulado “Ainda Tou Aqui”, de seguida seguiu-se o rapper Lord XIV, o luso-francês que no passado dia 12 de Fevereiro lançou o hit “Paychek” com a participação de Plutonio, presenteou-nos com os seus dois hits mais conhecidos, “MayDay” e “IENCLI”, que apesar da barreira linguística conseguiu pôr o Hard Club a mexer ao ritmo do seu hip-hop underground francês.

Nos minutos que antecederam o tão aguardado momento, Plutonio fez-nos chegar através da tela do palco um vídeo documental sobre o seu álbum Sacrifício, onde mostrou excertos do seu dia-a dia, da sua família e amigos, assim como momentos da sua infância que foram preponderantes para o sucesso dos dias de hoje. Assim que entrou no palco, Plutonio foi calorosamente recebido pelos portuenses, mas a sua performance não começou até que lhe fosse entregue o seu pendente com o logótipo da Bridgetown. Na primeira hora, Plutonio aproveitou para mostrar à sala o seu mais recente álbum, onde interpretou músicas como “3AM”, “Mesmo Sítio”, “Última vez”, “Dramas e Dilemas”, “Vergonha na Cara” e teve espaço para mais um convidado, Kosmos que cantou com Plutonio o single “Filhos do Ghetto”. Plutonio que também voltou a chamar ao palco Lord XIV para a interpretação de “Paycheck”. Um dos pontos mais altos da noite deu-se quando Plutonio transformou a faixa-título de Sacrifício num discurso motivacional e bastante emotivo para todos os presentes, e também quando chamou os seus últimos convidados da noite, os também membros da Bridgetown, Richie Campbell e Mishlawi, que provocaram uma explosão de alegria quando se juntaram para cantar “Rain”.

Para encerrar esta grande noite de espectáculo e ritmos fortes, Plutonio escolheu os dois maiores singles do álbum,“Somos Iguais” e “Meu Deus”, que fizeram todos os presentes cantarem em uníssono com o artista. Para o fim ficou “Cafeína”, com a participação de DJ Dadda, a faixa fez com que o Hard Club ‘viesse abaixo’, com o público a vibrar neste que provavelmente é o seu trabalho mais reconhecido.

Texto: Tiago Monteiro
Fotografia: Rafaela Bernardo

Leave a Reply

Your email address will not be published.