A promotora OUT.RA, responsável pelo OUT.FEST, completa onze anos e quem oferece as prendas é a própria, com vários espectáculos a acontecer no Barreiro.

havíamos avançado que a digressão europeia dos chilenos Föllakzoid irá arrancar, precisamente, no Barreiro, com primeira parte do galego Anti S, a 2 de Abril na ADAO. Mas há mais nomes a reter na agenda da cidade da Margem Sul e, como habitual, espalhados por diferentes espaços.

Os portuenses Sereias, autores de O País A Arder, um dos álbuns mais interessantes que Portugal nos deu em 2019, vão actuar a 21 de Fevereiro na Gasoline – Associação Desportiva e Cultural, acompanhados por Estranhas Entranhas, banda local de noise. Uma semana depois, a 29 de Fevereiro, a norte-americana Lea Bertucci (na foto) regressa ao Barreiro depois do concerto no OUT.FEST 2018 e estará até em residência artística na Sonoscopia, no Porto. Vai apresentar o seu trabalho a solo no Be Jazz Cafe, tal como a compatriota Audrey Chen. A 18 de Abril há nova data a reter na Gasoline, desta vez para receber os históricos japoneses Green Milk From The Planet Orange, com a primeira parte a cargo da energia nacional de Parpar.

Antes disso, a 1 de Fevereiro, o português Van Ayres vai apresentar ao público o seu novo trabalho, gravado no âmbito da Bolsa de Criação atribuída pela OUT.RA em 2019, com sessão de escuta colectiva e ainda concertos de DJ Problemas e WaterDownRobotRoute na Qualia. Em Março dá-se o regresso do argentino Alan Courtis para uma semana de trabalho com os WE2, grupo formado por mais de uma dezena de utentes da Nós – Associação de Pais e Técnicos para a Integração do Deficiente, que terminará, tal como as anteriores passagens do músico pela cidade, num concerto de apresentação do trabalho realizado.

A celebração dos onze anos da OUT.RA arranca já esta sexta-feira, 17 de Janeiro, na Biblioteca Municipal do Barreiro para concerto de Yann Gourdon, membro da banda France e do colectivo La Novia.

Leave a Reply

Your email address will not be published.