É já no próximo fim de semana, dias 8 e 9 de Junho, que decorre a edição de 2019 do Comendatio Music Fest, no espaço interior da ACDSS em Paço da Comenda, Tomar. Com uma aposta em dois cabeças de cartaz fortíssimos, Leprous e TesseracT, sem descurando a presença de projectos nacionais de excelência, o evento promete fazer as delícias dos fãs do rock e metal na sua vertente mais progressiva, técnica e moderna.

Em ambos os dias, as portas abrem às 15 horas. No sábado, dia 9, os portugueses Allamedah terão a honra de abrir o festival, enquanto Ultimate Winner do Battle of The Bandas 2019. Seguir-se-ão os Kælling, um dos mais promisores projectos de metal / rock progressivo por terras lusas, um pouco na veia de Leprous. A brigada nacional continua pelos terrenos mais lamacentos do Hard Rock e Grunge dos Pântano, que prometem riffs sujos e potentes.

Os ânimos acalmam um pouco e tornam-se mais atmosféricos e progressivos com os portuenses Sullen, que antecedem o electrizante metal alternativo dos Kandia, com a voz poderosa da Nya Cruz. Antes do grande momento da noite, outra pausa mais relaxante e contemplativa com o rock progressivo dos italianos NoSound, que citam como influências bandas como Radiohead, Sigur Rós, e Pink Floyd. Já os cabeças de cartaz serão os TesseracT, projeto britâncio de djent / metal progressivo que dispensa apresentações. A festa continua depois na after-party com Vincent Cavanagh dos Anathema no papel de DJ.

Horários do Comendatio Music Fest 2019

Se o primeiro dia de abertura do festival é imperdível, mais ainda será o segundo. No domingo, dia 9, serão os guimaranenses Needle a abrir as hostilidades, com o seu rock progressivo em feminino a dar razão ao público que votou neles no Battle of the Bandas 2019. O volume aumentará depois com os leirienses A Last Day On Earth, para logo de seguida voltar ao feminino e viajar até ao Chile com o magnífico rock progressivo dos Crisalida.

De regresso à Europa, mas continuando no rock e metal progressivo, teremos os brilhantes Wheel, que ainda há pouco tiveram em tour com os Soen As últimas representações nacionais no festival seguem com a festa, primeira com o thrash intenso dos W.A.K.O., um dos nomes mais sonantes do género por cá. De seguida, com uma das bandas mais interessantes ao vivo que teremos o luxo de presenciar, o doom dos Sinistro com a voz e actuações únicas de Patrícia Andrade. Já os riffs mais pesados do festival, esses, serão cortesia dos franceses Uneven Structure e o seu único djent atmosférico. A fechar com chave de ouro, os Leprous trarão a impiedosa e meticulosa técnica norueguesa, com músicos tão brilhantes que apenas uma voz como a de Einar Solberg lhes poderia fazer justiça. À semalhança do primeiro dia, também neste teremos after-party, desta feita com o incontornável nome da música pesada nacional, António Freitas.

Todo este leque fenomenal de artistas poderá ser sonoramente degustado pela módica quantia de 40€ o passe geral (mas apressem-se, porque restam muito poucos!) ou 30€ o passe diário. O passe duplo dará ainda acesso ao Arraial de Receção ao Campista, no dia 7 de Junho, campismo esse que será gratuito. Além disso, haverá no local parque de estacionamento, comida e bebida e petpark. Opções de alojamento, trajectos, compra de bilhetes ou outro tipo de informações podem ser encontradas com todo o detalhe no site oficial. Faltam poucos dias para um dos mais promissores festivais do ano, não caiam no erro de faltar! A playlist abaixo é prova de que é imperdível.

Leave a Reply

Your email address will not be published.