O festival Bons Sons regressa de 8 a 11 de Agosto a Cem Soldos, aldeia no concelho de Tomar, para celebrar treze anos e dez edições. Um total de dez palcos – incluindo dois novos – e mais de cinquenta concertos fazem parte do cartaz totalmente revelado durante o dia de hoje. Para além destes números, a organização avançou também a diminuição da lotação de 40 mil para 35 mil, de forma a poder-se viver mais a aldeia.

A materialização da comemoração desses treze anos e dez edições faz-se em três momentos especiais: concerto de abertura, treze bandas para comemorar os 13 anos e 10 edições e uma festa de encerramento.

O concerto de abertura estará a cargo da Orquestra Filarmónica Gafanhense, que irá compor e interpretar dez temas, um por cada edição do Bons Sons, onde será escolhido um tema de um músico ou de uma banda de cada edição.

A comemoração através de treze bandas por treze anos das dez edições faz-se precisamente por treze que já actuaram no Bons Sons e fazem parte da história do festival. Aliás, uma banda e seis duplas, que se juntam a seis concertos especiais divididos por três palcos. Especificamente para este Bons Sons, doze bandas formaram-se em duplas, algumas pela primeira vez e outras em concerto em conjunto, incluindo a apresentação de composições inéditas: Diabo na Cruz (na foto), First Breath After Coma com Noiserv, Glockenwise com JP Simões, Joana Espadinha com Benjamim, Lodo com Peixe, Sensible Soccers com Tiago Sami Pereira e Sopa de Pedra com Joana Gama.

O festival encerrará com uma festa cheia de surpresas e convidados a cargo de Moullinex.

Para além destes nomes destacam-se ainda concertos de Tiago Bettencourt, Júlio Pereira, Luísa Sobral, Helder Moutinho, Budda Power Blues com Maria João, Dino D’Santiago, Pop Dell’Arte, X-Wife, Stereossauro, DJ Ride, Scúru Fitchádu, Paraguaii, Baleia Baleia Baleia, Pedro Mafama, entre muitos outros. O programa completo pode ser consultado, aqui.

Os bilhetes encontram-se à venda por 45 euros até ao final de Julho, mas o número de bilhetes por fase é limitado e podem esgotar antes da data. Esgotado o número de bilhetes da fase em curso, passam a vigorar os preços da fase seguinte, que será a final – o passe geral por 50 euros. O mesmo é válido para os bilhetes diários, que se encontram à venda para 22 euros e sobem para os 25 euros em Agosto.

Leave a Reply

Your email address will not be published.