É já nos dias 4 a 6 de Abril que Lisboa se tornará uma vez mais o palco do MIL – Lisbon International Music Network, um festival e convenção dedicada à música popular alternativa e independente. Na sua segunda edição, o MIL aposta num cuidado programa artístico que envolve a cidade e conta com mais de sessenta concertos aos quais se juntam duas dezenas de masterclasses, debates e conferências, como parte do seu programa profissional.

Nas primeiras confirmações lusófonas encontram-se os Boogarins, um nome bastante conhecido por entre aqueles que constituem a nova vaga de indie rock brasileiro, assim como o duo de pop rock Best Youth, Bruno Pernadas, Diron Animal, El Señor, Fugly, Gonçalo, a violoncelista Joana Guerra, os HHY & The Macumbas, Iguana Garcia, Keep Razors Sharp, a cantora e compositora brasileira LaBaq, Luís Severo, MONDAY, o alter-ego de Catarina Falcão de Golden Slumbers, e ainda Mighty Sands, O Gringo Sou Eu, Ricardo Dias Gomes e Whales.

A estes juntam-se um leque de artistas internacionais onde figuram os franceses Chapelier Le Fou, Corine, Elbi, Futuro Pelo, KO KO MO, Joon Moon (na foto) e Naïve New Beaters, assim como o quinteto de cumbia e ritmos tropicais espanhol Candeleros, os italianos Black Snake Moan, o belga Temé Tan, When Airy Met Fairy e a nova promessa do rap canadiano L. Teez, que vem acompanhado pelo DJ e produtor AEON SEVEN.

Tal como mencionado acima, haverá masterclasses que vão desde comunicação e criação de conteúdos a estratégias de marketing para bandas, assim como debates sobre tópicos da actualidade relevantes para as indústrias da música, a promoção do hip-hop nacional, entre outros. Todos estes conteúdos farão parte do programa PRO do festival, que contará com a presença de vários profissionais e personalidades da música.

Os bilhetes para o MIL dividem-se em três categorias: os Festival Tickets, que dão acesso aos concertos e valem 25 euros, os Gold Festival Tickets, que dão acesso aos concertos e festa de abertura do festival e ainda contêm a oferta de uma totebag MIL e valem 35 euros, e ainda os bilhetes PRO, que dão acesso aos debates assim como uma lista de participantes profissionais e entrada prioritária nos concertos, e que valem 60 euros. Os bilhetes Festival podem ser adquiridos em toda a rede Bilheteira Online e nos locais habituais. Os bilhetes PRO podem ser adquiridos aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.