Mais três nomes para a contagem decrescente do Vodafone Mexefest, que promete preencher a Avenida da Liberdade, em Lisboa, nos dias 24 e 25 de Novembro.

Do surf rock madrileno poderia-se rezar “nem bom vento, nem bom casamento”, mas as Hinds (na foto) fazem-no à maneira certa: som de garagem, lo-fi, selvagem e com energia punk q.b. A banda de Ana Perrote, Carlotta Cosials, Aden Martin e Amber Grimbergen volta a Portugal com Leave Me Alone na bagagem.

Já na senda da rima, uma nova tendência adoptada pelo Vodafone Mexefest já com as certezas de Valete, Allen Halloween ou Statik Selektah, chega Oddisee. É bastardo da soul e do jazz que produz e traz-nos The Iceberg, o mais recente trabalho, com o dom da palavra consciente.

Três foi a conta que Deus fez e Lo-Fi Moda pode ser a sua banda sonora. Uma panóplia de influências e um percurso para já único faz dos bracarenses Ermo um caso gritante no seio da música feita neste canto da Europa. Neste mais recente disco desfragmenta-se o hiphop, destila-se o auto-tune e faz-se do glitch uma norma narcisista e o resultado é uma das assinaturas portuguesas mais notáveis deste ano e que fará no Mexefest mais um ponto digno de passagem.

Leave a Reply

Your email address will not be published.