O Vodafone Mexefest, festival que mete Lisboa a mexer de sala em sala, regressa nos dias 24 e 25 de Novembro à Avenida da Liberdade. E com as certezas das datas chegam também os primeiros três nomes no cartaz.

O destaque claro vai para Charles Bradley (na foto), homem do soul e do funk que foi forçado a cancelar a sua actuação no festival no ano passado para lutar contra a doença. Deixados os tratamentos para trás, o sonho continua para o homem que só em 2011 conseguiu editar o primeiro disco. O mais recente é Changes, de 2016, e carrega de forma contagiante (tal como os discos anteriores) a capacidade de viajar às décadas de 60 e 70.

Num regresso mais curto a Portugal estão os Cigarettes After Sex, banda de Greg Gonzalez que há duas semanas actuou no NOS Primavera Sound e que torna a slow pop e o rock melancólico numa pintura a preto e branco. Por fim, diz-se que é no Vodafone Mexefest que se encontram os artistas na altura certa – isto é, antes dos grandes palcos – e Aldous Harding pode e deve ser um desses casos. É voz da Nova Zelândia e que este ano lançou Party pela 4AD, produzido por John Parish, tendo ponto em comum a folk negra e o jazz.

De mencionar que tanto Charles Bradley como Cigarettes After Sex também vão actuar no Porto no mesmo fim-de-semana.

Os passes gerais para o Vodafone Mexefest encontram-se então à venda por 40 euros até ao dia 31 de Agosto, aumentando para 45 euros até ao dia de início do festival. Nos próprios dias o preço do passe sobe para os 50 euros.

Leave a Reply

Your email address will not be published.