Faltam apenas alguns dias para um novo Moita Metal Fest. Novo em termos de edição e novo também em local: faz-se o adeus à habitual Sociedade Filarmónica Estrela Moitense, que viu o festival lá crescer durante mais de uma década, e diz-se olá ao Largo do Pavilhão Municipal de Exposições da Moita nos dias 31 de Março e 1 de Abril.

O aumento na aposta faz-se também no cartaz, este ano encabeçado pelos britânicos Napalm Death (na foto) e pelos alemães Sodom, ambos difíceis de contornar se for preciso listar pioneiros ou referências do grindcore e do thrash metal, respectivamente.

Napalm Death actuam no primeiro dia, antecipados por nomes consagrados ou emergentes do underground português, da folk dos Gwydion ao punk dos Crise Total passando pelo peso de Theriomorphic, Prayers Of Sanity e Legacy Of Cynthia. Já o segundo, com Sodom a fechar, terá os holandeses No Turning Back de caras com os nacionais Heavenwood e Corpus Christii na recta final. No restante dia destaque para as presenças de Fast Eddie Nelson e The Zanibar Aliens, tónicos distintos na moldura composta por Revolution Within, Primal Attack, Attick Demons, Midnight Priest, Analepsy, BurnDamage e Enblood.

Os bilhetes diários para o festival custam 15 euros (para dia 31) ou 18 euros (para dia 1), com o passe geral a fixar-se nos 25 euros.

Leave a Reply

Your email address will not be published.