A terceira edição do Muvi – Festival Internacional de Música no Cinema começa já esta terça-feira, 29 de Novembro, para ocupar espaços do Cinema São Jorge até ao dia 5 de Dezembro.

O programa deste ano contará em competição algumas fitas sobre a música portuguesa. Enterrado na Loucura – Punk em Portugal 82-88, de Hugo Conim e Miguel Newton, é uma delas, para além de Benjamim: Auto Rádio de Gonçalo Pôla, Capitão Fausto: Pontas Soltas de Ricardo Oliveira, The Parkinsons: A Long Way To Nowhere de Caroline Richards e Filho da Mãe: Rendufe de Miguel Filgueiras. A estas juntam-se em competição ainda Hired Gun de Fran Strine, I Am The Blues de Daniel Cross, Melody of Noise de Gitta Gsell e Filhos de Bach de Ansgar Ahlers.

Está pensada para esta terceira edição também as homenagens a três figuras ligadas à música que desapareceram nos últimos meses: David Bowie será lembrado através do filme Labyrinth de Jim Henson; Lemmy Kilmister, lendária voz e baixo de Motörhead, será retratado no Muvi através do documentário Lemmy, de Wes Orshoski e Greg Olliver; e, por fim, Pedro Cláudio, fotógrafo e realizador ligado à música, será também recordado no festival. O festival assinalará ainda os 35 anos do aparecimento de Heróis do Mar através de debate e exibição de vídeos de música do grupo português.

No programa estão ainda incluídos concertos de Patrulha do Purgatório, Malaise, Montalvor, Bichos, Viper, Vircator, Urso Bardo e Charlie Mancini, este com filme-concerto Mar de Sines de Diogo Vilhena. De exposições falamos de “With the Absolute Heart of the Poem of Life” de MAR (Margarida Rodrigues), “Cinema Português em Vinil” de João Carlos Callixto, “The Road” de Graziela Costa e ainda duas exposições arte urbana com o condão de GAU, de Hugo Lucas e Nicolae Negura.

Leave a Reply

Your email address will not be published.