Daqui a sensivelmente um mês já o “chip” mudou para o Barreiro Rocks e na gíria do futebol vem aí o habitual show de bola que só o rock no Barreiro conhece. Este ano o festival realiza-se em cinco dias (!), de 30 de Novembro a 4 de Dezembro, entre dois espaços já dinamizados no ano passado – o Pavilhão GD Os Ferroviários, perto do terminal fluvial, e a Escola Conde de Ferreira, perto da denominada Avenida da Praia.

Para o Barreiro Rocks XVI há duas curadorias a ditar o encabeçamento do line-up. A Groovie Records toma de assalto o cartaz n’Os Ferroviários a 2 de Dezembro com Les Grys Grys (na foto) e Les Synapses, contribuindo ainda com Rolando Bruno Y Su Orquestra Midi e DJ set próprio da label no bar. Na mesma noite há concertos de The Sunflowers, The Brooms e Conan Castro & The Moonshine Piñatas, nomes que foram promovidos ao palco maior do festival de 2015 para 2016.

No dia seguinte, o Sábado do festival, há selo da Slovenly Records com The Dirtiest, Bazooka, The Anomalys e Biznaga e mais um DJ set da label no bar. O baile não fica completo sem os concertos de 800 Gondomar e The Twist Connection no mesmo dia em que, durante a tarde, a Escola Conde de Ferreira aponta a projectos ascendentes – The Japanese Girl, Fugly, Eternal Champions, The Miami Flu e registo em nome próprio de Diogo Augusto têm actuações também confirmadas.

A Escola Conde de Ferreira também é ponto de passagem da prata da casa, ora jovem, ora experiente. Pelo menos com ligações ao Barreiro. No dia 1 de Dezembro, aproveitando a tarde do feriado, a juventude vai à Escola. São Os Cúmplices ou é dos Genes, mas vai-se servir Arroz Com Feijão enquanto nos explicam a história da Pangeia. Isto partilhando o alinhamento com Alex Chinaskee e o revival do glam e do hard’n’heavy dos 80s dos Skyard. Já no dia final, qual matiné de domingo, os Panado mostram ao Barreiro o que têm feito e gravado na cidade nas últimas semanas, a Nicotine’s Orchestra dança na casa e os The Jack Shits fecham a garagem.

Mas há mais nomes e warm-ups para espreitar, o Barreiro Rocks sempre foi extenso de qualquer forma. Não fossem os cinco dias que tem este ano, são os restantes dias do ano à espera do próximo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.