A ZDB, em Lisboa, retoma a sua programação após um período de férias de Verão. Entre estreias e lançamentos de discos, é mesmo com um festival que a Galeria, situada no Bairro Alto, se lança para os próximos meses.

A programação é então iniciada com o festival comunitário, feminista e queer a decorrer entre 7 e 17 de Setembro – o Rama em Flor. A palco vão subir Shopping, Clementine e Drag-e-oke no dia 7 e dez dias depois há grande festa de encerramento onde se destaca um DJ set exclusivo de The Knife. Os irmãos suecos Olof e Karin Dreijer trazem também o projecto paralelo com Maryam Nikandish, Karim/Karam, para acompanhar nos decks. Na programação do Rama em Flor estão também os sets de Deena Abdelwahed, Diana Combo + Tiago Silva, Plasma (Jejuno & Raw Forest), entre outros.

O resto da programação não fica atrás com concertos atrás de concertos. Julianna Barwick (na foto) é nome de destaque na apresentação do seu novo Will, agenciada pela ZDB para o apresentar no Teatro da Trindade Inatel no dia 29 de Novembro.

Antes disso há concertos em destaque no próprio aquário da ZDB. E lá iremos por ordem cronológica. Dia 12 de Setembro há “Hot”, o título da quarta apresentação de Volúpia das Cinzas, combo liderado por Gabriel Ferrandini; dia 14 há punk e ruído de Pop. 1280, com a primeira parte de Qer Dier; dia 22 há jazz com o duo Rodrigo Amado & Chris Corsano e ainda com Tom Carter; dia 23 dá-se o lançamento do álbum de estreia de The Sunflowers, The Intergalactic Guide…, com o acompanhamento de 800 Gondomar e Moon Preachers; e dia 30 é a vez de Alek Rein lançar o seu Mirror Lane, com a primeira parte de Filipe Sambado.

Já em Outubro há Miguel Negrão e O Morto no primeiro dia; há pop de Nite Jewel e de Migas no dia 4; recebe-se Destiny Frasqueri como Princess Nokia, híbrido de hiphop, R&B e drum’n’bass, e ainda Gnučči e DJ Nire no dia 7; há concerto do showman que é Alex Cameron para apresentar o seu Jumping the Shark no dia 22; o RED Trio de Gabriel Ferrandini, Hernâni Faustino e Rodrigo Pinheiro junta-se a John Butcher em concerto no dia 23; Quilt reinvocam a aurora do rock psicadélico no dia 27 com espectáculo de abertura de Jasmim; e dia 29 há concerto da superbanda Denki Udon, que junta Norberto Lobo, Giovanni Di Domenico e Tatsuhisa Yamamoto, com a primeira parte da Eiko Ishibashi Band.

Para Novembro há mais planos para além de Julianna Barwick. Salta-se do aquário para o Espaço Mouraria no dia 4, onde haverá sessão de meditação de Laraaji e a sua Celestial Vibration, mas volta-se para a ZDB para os concertos seguintes. É lá que encontraremos Huerco S. e Lift Aym no dia 10 e é lá que encontraremos Amen Dunes a solo e a acústico no dia 23, em residência de criação, com primeira parte de Xander Duell. A 24 de Novembro recebe-se a sinfonia fúnebre e tenebrosa de Wrekmeister Harmonies de JR Robinson, um sempre colectivo informal que se apresenta na ZDB com membros de Godspeed You! Black Emperor na formação. No último dia do mês, a 30, recebe-se o trio italiano Zu.

Por fim em Dezembro há uma data única revelada até ao momento. Trata-se da apresentação ao vivo de Front Row Set to Earth, o novo disco de Weyes Blood. Ficou tudo apontado?

Leave a Reply

Your email address will not be published.