Uma nova “super-estrela” do jazz, se é que isso é possível (?). Kamasi Washington, compositor e multi-facetado músico de saxofone nas mãos, é provavelmente o homem do jazz mais falado dos últimos tempos. Teve um ano de 2015 em cheio, chegando às bocas do mundo por dois motivos: a sua participação instrumental fulcral no soberbo To Pimp A Butterfly de Kendrick Lamar e nas suas quase três horas de The Epic, o auto-intitulado (e com razão) épico e  triplo álbum que aproximou a cultura pop do jazz.

Aproveitando-se a passagem do norte-americano por Barcelona para o Primavera Sound, e tendo em conta a sua ausência no cartaz portuense, haverão dois concertos em solo nacional em sala fechada. A 6 de Junho Kamasi actua na Casa da Música, no Porto, descendo no dia seguinte a Lisboa para concerto no Teatro Tivoli BBVA.

No Porto os preços variam entre 30 e os 35 euros. Já em Lisboa os bilhetes podem ir dos 20 aos 35 euros.

Leave a Reply

Your email address will not be published.