Das cinzas de Vanguard nasceram Being As An Ocean, em 2011. A banda californiana não perdeu tempo e tem escrito, desde então, a sua história a uma velocidade milenar. Em 2012 lançou o seu álbum de estreia, Dear G-d…, antes de alterações na formação da banda. Um novo álbum chegou em 2014, How We Both Wondrously Perish, e rapidamente atingiram os píncaros do hardcore melódico, coabitando com o boom do género nos últimos anos.

Em 2015 há novo disco, homónimo, e para fechar o ano há três concertos em Portugal, todos eles com a companhia dos nossos Backflip e The Voynich Code. A primeira data é já no dia 29 de Novembro no Bafo de Baco, em Loulé, incluindo também Monsters no cartaz. A subida para concerto na capital acontece no dia 1 de Dezembro, no RCA Club, desta vez com Shape como primeira actuação. Por fim, a 2 de Dezembro, as três bandas – Being As An Ocean, Backflip e The Voynich Code – actuam no Hard Club, no Porto.

Bilhetes disponíveis nas lojas Clockwork Store (Lisboa), Glam-O-Rama (Lisboa), Hard Club (Porto), Piranha (Porto) e Bafo de Baco (Loulé).

Leave a Reply

Your email address will not be published.