Medusa” é um disco de «algumas remisturas e uma ou outra coisa nova», mas não dispensou apresentações a Norte e a Sul. Em Lisboa calhou no Lux e temos foto-reportagem.

Capicua, mulher do norte, da palavra e do ritmo que estas articulam em português, é já um dos nomes maiores do Hiphop nacional. Em 2012 vimo-la lançar o álbum de estreia, homónimo, e em 2014 escutámos “Sereia Louca“, um dos pontos de referência do ano no que diz respeito à música por cá. Em 2015 não há um disco completamente novo, mas não foi por isso que não se deixou de apresentar “Medusa“, trabalho com remisturas e temas inéditos com direito a lançamento-surpresa no início de Março.

A primeira data oficial de apresentação foi no NOS Club, na Casa da Música, a 11 de Abril. A segunda foi a 16 de Abril no Lux Frágil, Lisboa, onde estivemos para uma foto-reportagem a cargo de Tomás Lisboa:

Leave a Reply

Your email address will not be published.