O nigerino Omara Moctar, ou Bombino, vem a Portugal para dois concertos: um em Lisboa (B.Leza) e outro no Porto (Casa da Música).

O seu refúgio entre a Argélia e a Líbio permitiu a um jovem de Níger aprender a dedilhar e a evocar os ritmos de Mark Knopfler com as influências da sua cultura Tuareg. Enquanto Agadez, álbum de estreia, não viu a luz do dia, este «Hendrix do deserto» dividia-se entre as composições musicais e a tarefa de pastor em Tripoli.

Nomad recebeu ainda mais atenção do público, pois este seu segundo disco foi produzido por Dan Auerbach, metade dos The Black Keys, entrando até para os tops Billboard norte-americanos e recebendo boas menções no iTunes.

Bombino actua em Portugal em duas datas. A primeira será no dia 18 de Dezembro, próxima quinta-feira, no espaço B.Leza do Cais do Sodré, em Lisboa. A entrada custa 15 euros para este concerto.

O deserto chega então depois à Casa da Música no dia 20, sábado, para uma sessão de NOS Club. Bombino actuará na sala principal deste espaço, com a entrada a custar 12 euros. Mas há mais. A sala 2, nesta noite, recebe os ensinamentos de blues de The Legendary Tigerman, ou Paulo Furtado, para apresentar True na invicta. A entrada também custa 12 euros para esta sala.

Em baixo segue o vídeo para “Azamane Tiliade”, tema retirado de Nomad:

Leave a Reply

Your email address will not be published.