635454625735131945Apesar de fundados em 2007, este grupo britânico de metal progressivo tem surpreendido ano após ano, com lançamentos de facto geniais e bem maduros. Com três discos de estúdio, Haken começou a sua odisseia em 2010, com Aquarius, seguindo-se no ano seguinte Visions, 2011, e The Mountain, 2013.  Este último o preferido dos fãs e o meu também com uma excelente história e uma perspectiva narrativa realmente incrível que faz inveja a qualquer banda lendária do género. Com uma maturidade irrepreensível e um talento em crescendo, os britânicos preparam-se para se tornar nos porta-bandeiras do metal progressivo. Sempre apresentando uma qualidade instrumental muito acima da média, não é de admirar que os Haken tenham, com Restoration, me surpreendido e renovado a minha confiança no seu trabalho.

Este EP é uma ‘prequela’ para o álbum que aí vem, expectativamente, em 2015. Os sinais são óptimos e devo dizer que têm todas as condições para criar um disco melhor que os anteriores. Todos os seus lançamentos são conceptuais ou pelo menos com uma grande vertente conceptual. Este EP é fortemente baseado no primeiríssimo lançamento do grupo, uma Demo intitulada Enter The 5th Dimension, apesar de ter servido como ponto de partida para o EP, o grupo não quis copiar as músicas da Demo de 2008.

Com apenas três faixas “Darkest Light”, “Earthlings” e “Crystallised”, Restoration serve só para abrir o apetite para o novo disco, mas a qualidade é clara com mais de 30 minutos de duração. É difícil destacar alguma das três faixas, pois todas elas se complementam, talvez “Crystallised” com quase 20 minutos poderá ser a grande faixa do EP, renovando-se de secção em secção e com uma interação instrumental fenomenal, conseguindo ser uma das músicas longas mais criativas que tenho ouvido nos últimos tempos. Um enredo cativante, excelente produção e performance, bem como uma complexa vertente instrumental fazem deste EP obrigatório para os fãs dos Haken.

Autor: João Braga

Apesar de fundados em 2007, este grupo britânico de metal progressivo tem surpreendido ano após ano, com lançamentos de facto geniais e bem maduros. Com três discos de estúdio, Haken começou a sua odisseia em 2010, com Aquarius, seguindo-se no ano seguinte Visions, 2011, e The Mountain, 2013.  Este último o preferido dos fãs e o meu também com uma excelente história e uma perspectiva narrativa realmente incrível que faz inveja a qualquer banda lendária do género. Com uma maturidade irrepreensível e um talento em crescendo, os britânicos preparam-se para se tornar nos porta-bandeiras do metal progressivo. Sempre apresentando uma…
Mais um excelente lançamento de uma das boas notícias do metal progressivo actual.

EP. InsideOut Music. 27/10/2014

Classificação

85%

Mais um excelente lançamento de uma das boas notícias do metal progressivo actual.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.