La Chanson Noire morreu, mas a canção está mais viva do que sempre. Depois de ter anunciado a sua morte prematura, Charles Sangnoir inspirou uma nova vida ao projecto, e ressuscitou-o em Maio, em pleno Cemitério dos Prazeres. Com a “sala” esgotada, Sangnoir trouxe La Chansou Noire dos mortos, com uma intensidade de fazer tremer os vivos – e os mortos.

Este mês de Agosto, no dia 23, La Chanson Noire regressa mais uma vez aos palcos para um concerto no Fantasma, no Cais do Sodré em Lisboa. O espectáculo, que antecede a entrada em estúdio para a gravação do quarto álbum, contará com a presença de Diogo Guerreiro na bateria. O início está marcado para as 23h. A entrada é de “5 fantasmas”, ou “8 fantasmas” com a oferta de um CD.

Foi também anunciada uma pequena digressão marcada para o Inverno, com datas ainda em aberto. Mais informações irão surgir em breve.

 

unnamed

Leave a Reply

Your email address will not be published.