Foi uma noite com som old school, a que se viveu ontem à noite no bairro de Alvalade, e que marcou o regresso dos Midnight Priest à capital.

Qualquer banda que já esteve na posição de banda de abertura sabe o quão ingrato isso pode ser. Na maioria dos casos, contam-se pelos dedos as pessoas presentes. Mas aqui foi diferente. O público que iria estar presente ao longo da noite chegou a horas, e os Wanderer tiveram direito a uma grande recepção, e foi talvez isso o que os inspirou a darem uma prestação assinalável. Com “Will of Steel” e “Warriors of Tomorrow” da nova demo, e umas covers de Running Wild e Evil pelo meio, as influências estão lá, tal como o talento – a banda do Porto deixou boas notas sobre o seu futuro.

Setlist: Way of The Blade | Self Destruction | Soldiers of Hell (cover de Running Wild) | Dead or Alive | Freedoms Call | Will of Steel | The Devil Wants Me (cover de Evil) | Warriors of Tomorrow

 

Os Inquisitor já são bem conhecidos nesta zona geográfica. Liderados pelo vocalista/guitarrista Tiago Sousa, continuam a ser uma força motora a ter em conta. Apesar de ainda só terem uns EPs e splits gravados, a banda já tem um bom leque de músicas capazes de por muita gente a cantar. “Fulminados pelo Aço”, “Speed Metal Legions” e “Iron Preacher”, são verdadeiros hinos do revivalismo existente em Portugal.

Setlist: Final Execution | Fortress of Hell | Face the Witch | Fulminados pelo Aço | Dungeons of Fear | Speed Metal Legions | Iron Preacher

 

Não foram as diversas cordas de guitarra partidas nem o muito vinho digerido, que fez os Hexecutor abrandar. Speed/Thrash metal old school como mandam as regras, para partir diversos pescoços de tanto headbang e a fazer lembrar uns early-Metallica, como se ouviu comentar no público. Vindos de França, apresentaram o seu novo EP, Hangmen of Roazhon, lançado este ano.

Setlist: Hangmen Of Roazhon | Martyrs | Visitations Of A Lascivious Entity | Napalm Assault | Consecrated Slaughter | Metal Witchcraft | Soldiers Of Darkness | Power Thrashing Death (Whiplash cover)

 

Havia uma grande curiosidade em redor do concerto de Midnight Priest. Todos queriam conhecer o novo vocalista, Lex Thunder. Após o que se presenciou, penso que é seguro dizer que todos os presentes gostaram do que ouviram. A energia e o à vontade com que cantou as músicas mais antigas (como “Rainha Da Magia Negra” e “À Boleia Com O Diabo”, por exemplo), fez com que parecesse que estava na banda desde o início.

Com um álbum novo prestes a ser lançado, a banda aproveitou a ocasião para dar um cheirinho aos fãs do que ai vem – “Hellbreaker” e “When Midnight Comes” foram as músicas escolhidas. A primeira coisa que se notou foi o facto de os temas serem cantados em Inglês em vez de Português, característica que os havia ajudado a juntar a legião de fãs que têm hoje. Mas, como a banda bem disse, “quem não gosta que vá para casa”. Como no fim ainda havia tempo, a banda repetiu a música “Hellbreaker”, para que ficasse gravada na memória de todos, enquanto não chega o tão aguardado álbum.

Setlist: Ferro em Brasa | Hellbreaker | Rainha da Magia Negra | Segredos de Familia | Deitada com o Morto | Feitiço do Cabedal | When Midnight Comes | O Conde | Hellbreaker

 

Reportagem: Marco Pires
Fotografia: Joana Mendonça

Leave a Reply

Your email address will not be published.