FULL OF HELL – “Rudiments Of Mutilation”

Official WebsiteFacebook | last.fm

Full-Of-HellOs Full Of Hell são um quarteto responsável por uma epidemia de lançamentos desde a sua formação, em 2009. No meio de singles, splits e demos, tivemos um álbum para amostra e “Rudiments Of Mutilation” sucede-o. Imagine-se uma barreira sonora lamacenta, violenta e com dissonâncias nervosas… como se os Trap Them e os Bongripper se estivessem juntado para escrever um disco.

O álbum é curto, muito curto. No entanto não é tão rápido assim se for metida em conta a baixa velocidade de temas como ‘Vessel Deserted’ ou ‘Embrace’, em que o baixo marca uma presença quase vocal. A influência proveniente do drone pode dever-se à masterização de James Plotkin, dos extintos OLD e Khanate. Ou então foi simplesmente a melhor pessoa para pegar em “Rudiments Of Mutilation” e ajudar a transformá-lo naquilo que realmente soa. A verdade é que tiradas as duas faixas referidas acima e ainda ‘Contempt Of Life’ (que completa o trio de faixas mais downtempo), o álbum tem sensivelmente sete minutos. Sim, sete. Os Full Of Hell despacham-nos assim. Ora fazem a coisa realmente barulhenta e ruidosa, mas com um ritmo perceptível, ora disparam em todas as direcções e em menos de nada estamos a repetir aquelas peças rudes de curta-duração.

Não deu para perceber “Rudiments Of Mutilation” nas primeiras tentativas? Nesse caso, é melhor desistir.

// Nuno Bernardo

[one_half] Rudiments Of Mutilation
[/one_half] [one_half_last]

País
E.U.A.

Alinhamento
Intro | Vessel Deserted | Coven Of The Larynx | Throbbing Lung Fiber | Indigence And Guilt | Embrace | The Lord Is My Light | Bone Coral | Rudiments | Contempt Of Life

[/one_half_last]

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.