OLD MAN GLOOM – “No”

Bandcamp | Facebook | last.fm

Existem hiatos que fazem desesperar os fãs ou temer pelo fim definitivo da banda – no caso dos Old Man Gloom, foram oito anos de interregno algo conturbado, depois de várias notícias tanto confirmadas como negadas sobre o regresso desta espécie de supergrupo que junta membros de Isis, Converge e The Ocean. Finalmente em 2012 aconteceram os primeiros concertos em anos e, como um dos últimos lançamentos da extinta Hydra Head Records liderada pelo próprio Aaron Turner, chega-nos “No” para simbolizar o regresso de Old Man Gloom ao activo.

Sem querer ir tão a fundo sobre o que se trata “No”, pode-se referir à partida que em menos de uma hora temos uma infestação de sludge, drone, música ambiental e até de hardcore algo ‘groovesco’. Há uma série de peças, de tamanhos e encaixes diferentes, que compõe este puzzle. E essas peças nem sempre encontram a forma exacta de se interligarem, ultrapassando palpitantes e reprimidas agressões sonoras. Quando os temas se auto-estagnam e quase que nos levam ao aborrecimento, um zumbido acaba por antever a explosão. Entre os longos e pesados momentos ambientais de ‘Common Species’ e ‘Shadowed Hand’, encontram-se ‘Regain/Rejoin’, ‘To Carry The Flame’ e ‘The Forking Path’ que funcionam como a chave na ignição na musicalidade mais irada e agressiva do sludge de assinatura de Turner. Embora as outras faixas também tenham algo desta natureza, é algo menos constante e levam-nos a um sentimento quase nostálgico que prevaleceu dos trabalhos anteriores de Old Man Gloom. “No” é, no entanto, um álbum muito mais directo. Enquanto que “Christmas” fazia molhar o pé no extenso oceano, este novo trabalho é um pouco mais ‘in your face’ e atira-nos directo para o fundo das águas quando assim se exige.

Cada momento pode afastar ou agradar ao ouvinte, mas a consistência final é positiva. A sua mensagem é difícil de decifrar, mas faixas como ‘Rats’ trazem à mente um sentido de purificação cerimonial bastante fiel ao nome da própria banda.

// Nuno Bernardo

[one_half]
[/one_half] [one_half_last]

País
E.U.A.

Membros
Aaron Turner – Voz, Guitarra, Electrónicos
Nate Newton – Guitarra, Voz
Caleb Scofield – Baixo, Voz
Santos Montano – Bateria

Alinhamento
Grand Inversion | Common Species | Regain/Rejoin | To Carry The Flame | The Forking Path | Shadowed Hand | Rats | Crescent | Shuddering Earth

[/one_half_last]

Leave a Reply

Your email address will not be published.