Ao chegarmos ao MusicBox a fila já era comprida e ainda se viam alguns raios de luz no céu. Por volta das 21h00 as portas do MusicBox foram abertas e o espaço encheu rapidamente. Pouco tempo depois os europeus SAADE subiram ao palco. A dupla apresentou um stoner-rock forte que contava com grandes brakes de bateria e muitos flangers na guitarra. Embora a actuação tenha sido um pouco efémera, a banda deixou muitos curiosos com sorrisos na cara.

—————————————————————————————-

O concerto seguinte era o dos Russian Circles e aí sim, a casa encheu. Os preparos foram demorados mas ninguém pareceu perder o entusiasmo por isso. As luzes do espaço não foram usadas, usando apenas 3 lâmpadas, instaladas na altura no chão do palco. O concerto começou com uma espécie de intro “samplada” (que funcionaria como interlúdio nos “tempos mortos” entre músicas) e com a faixa Harper Lewis. Os Russian Circles deram um concerto coerente, sem falhas e enérgico mas as longas pausas entre as músicas tinham como consequência a perda de alguma dessa energia. Os momentos melódicos que mais tarde se transformam em furacões pesados de energia são já uma das características da banda, que já pode ser considerada uma das grandes referências no Post-Rock/Metal. Os americanos apresentaram um tema novo com o nome de “309” e tocaram as seguintes faixas:
Harper Lewis
Geneva
Youngblood
309
Malko
Station
Death Rides A Horse

Resumindo: foi um bom concerto, sem falhas e técnicamente perfeito, mas ficámos com a sensação de que os Russian Circles tinham um pouco mais para oferecer.

——————————————————————————————

Os japoneses Boris prepararam o palco um pouco mais rápido do que os anteriores e deram um concerto que alguns poderão considerar um pouco estranho, mas que foi um sucesso. Começaram com faixas enérgicas que chegaram a dar iníco a um “moche” (que embora pequeno chegou para causar alguns desacatos). De seguida focaram-se em faixas dos novos álbuns “Attention Please” e “New Album” que puxam um som completamente diferente, a roçar o J-Pop. Para terminar tocaram 2 longas faixas (12 minutos cada) do mais recente “Heavy Rocks” (note-se que este é o segundo álbum da banda com este nome) que deixaram todos os presente em êxtase. Embora quase todas as músicas tocadas sejam de trabalhos recentes (os Boris lançaram 3 álbuns durante este meio ano) isto não é algo mau. Assim sabemos que na próxima vez que cá vierem trarão algo completamente diferente, ao contrário de algumas bandas que preferem jogar pelo seguro e tocar sempre o mesmo.
Na setlist que um rapaz foi buscar ao palco, pudémos ver que diversas faixas não foram tocadas, talvez por falta de tempo. A verdade é que os Boris deram um grande concerto e que são uma banda fenomenal.

SETLIST:
Riot Sugar
8
Statement
—————
Attention Please
Party Boy
Spoon
————–
Missing Pieces
Aileron

Texto e fotografias por Manuel Casanova.

[slideshow id=3 w=700 h=450]

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.